segunda-feira, 2 de junho de 2008

Telefonema maligno.

Estava eu, lépida, fagueira e serelepe, escrevendo no pc... Quando o telefone toca.
Antes preciso dizer que tenho uma irmã mais velha, a Luiza, e que todas as amigas dela me confundem com ela no telefone. Atendi e era uma garota.
-------------
Eu: Alô
X: ôô, até que enfim! =D
Eu, já acostumada com amigas de Luiza me confundindo: Anh... Luiza. (Eu ia falar ' ah, é pra Luiza', mas fiquei com preguiça...)
X: Fala, biscate... xD
Pausa, então me toquei do que eu tinha falado (Isso é que dar ler blogs e falar ao mesmo tempo).
Eu: Sóóó, confundi, não é Luiza.
X: Quem tá falando? ¬¬
Eu: Irmã da Luiza. =D
X: Anh...
Pausa.
Eu: Quer que eu chame a Luiza? (Imagiiiina, ela quer conversar cmg, claro. ¬¬)
X: Sim, por favor.
Eu: Ok. o.o
--------------
O que isso prova? Nada, só achei um diálogo totalmente estranho.
Lembrete: Parar de ler blogs enquanto falo ao telefone.

3 comentários:

Jota Pê disse...

Bem, acho que você não pode mais dizer que eu não comento.
Ser confundida com a irmã não é ruim. Meu amigo tem voz de mulher no telefone, e sempre que liga pra algum lugar, chamam ele de sra.
E aliás, coloquei um link permanente rpo seu blog. =D

Jota Pê disse...

Agora põe a porra do meu banner ò.ó

. Marii! (: disse...

Sou contra banners. u.u
Banners são malignos, conforme-se ou morra, Legume. o.ó